A importância da Odontologia no atendimento do paciente hospitalizado com Covid-19

O cuidado com a boca durante o tratamento da Covid-19 contribui para a redução de possíveis complicações

Embora não se imagine, os profissionais da Odontologia também atuam nos hospitais, não apenas em situações de urgência e emergência em relação às complicações orais, mas, ainda, nos cuidados dos pacientes internados em leitos críticos. A Odontologia hospitalar é um ramo da saúde em uma abordagem multiprofissional. Durante a pandemia da Covid-19, os dentistas estão na linha de frente, junto dos outros profissionais de saúde, para atuar na assistência à saúde.
A dentista hospitalar do Hospital Cassems Campo Grande, Regina Maria Raffaele, explica que a presença dos profissionais de Odontologia nos hospitais tem o objetivo de aprimorar os cuidados prestados aos pacientes internados.
“A presença do cirurgião-dentista torna-se importante para a concretização da saúde integral dos pacientes hospitalizados nas unidades de internação e Unidade de Terapia Intensiva (UTI), pois esses pacientes necessitam de cuidados rigorosos devido a um quadro clínico caracterizado por imunossupressão e condições sistêmicas complexas, fato que os tornam mais susceptíveis à instalação de infecções bucais e sistêmicas”.
De acordo com Regina Maria, o quadro clínico dos pacientes pode favorecer o surgimento e a formação de reservatório de bactérias na cavidade bucal. “É possível que as microbiotas se proliferem, o que compromete gravemente a qualidade de vida de um indivíduo que está internado”.
Para a cirurgiã-dentista, a boa condição da saúde bucal é um indicador importante para a melhora da qualidade de vida e auxílio nos cuidados paliativos. “Desde o decreto da pandemia, em março, nós, dentistas hospitalares, atuamos no atendimento oral de pacientes com a Covid-19, elaborando protocolos, treinamento para equipe em cuidados de higiene oral e enfrentando da doença, junto da equipe multiprofissional”.

Sarah Santos
Ascom Cassems