Com a recomendação para isolamento social, saiba como organizar a sua festa junina em casa

Mesmo que em casa, é importante manter algumas tradições em família

Neste ano, as festas juninas terão que ser adaptadas para atender as medidas de saúde. Com a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para isolamento social, muitas das festividades coletivas foram dispensadas, para evitar aglomerações. Contudo, com criatividade e dedicação, as comemorações ainda podem ser realizadas, em casa, com a família. Neste período, é importante transformar algumas tradições, inclusive, para a saúde mental.
O psicólogo Ricardo Takaki afirma que a falta das festividades, que são comuns da cultura local, interferem nos sentimentos das pessoas “São hábitos que, agora, não podem ser praticados, por uma questão de saúde e segurança. Quando falamos de festas tradicionais, como a festa junina, é importante que se observe o simbolismo, que vai muito além de ser uma tradição desta ou daquela religião”.
De acordo com o psicólogo, os símbolos envolvem todas as pessoas. “Por exemplo, podemos falar da fogueira, um elemento forte no mês de junho. O fogo foi dominado pelo ser humano há milênios e, como resultado disso, aprendemos a cozinhar, a forjar os metais, a nos aquecer no frio, então a fogueira não é só para as cantigas e brincadeiras, mas nos remete à um sentimento mais profundo. Esse simbolismo transborda para os dias atuais em um festividade que está enraizada nas tradições regionais. O Brasil possui a tradição de realizar as festas juninas e, em cada estado, com sua própria cultura, houveram modificações ao longo do tempo, nas formas de realizar”.
Ricardo explica que, mesmo com o novo cenário apresentado pela pandemia, é possível trabalhar para fazer as festas em casa, com os familiares. “Seres humanos são capazes de realizar o que é chamado de ‘ajustamentos criativos’, para encontrar uma melhor forma de lidar com os desafios que se apresentam”.
Para o psicólogo, é possível ainda trazer benefícios para a saúde mental promovendo atividades em família. “O importante é que se observe qual o verdadeiro sentido da comemoração, estar com as pessoas e conectar-se à elas. Também, é usar hoje também da criatividade e aproveitar as tecnologias disponíveis”.

Confiram algumas dicas da Cassems para realizar a sua festa junina em casa:

  • As vestimentas são parte importante das festas juninas. Toda a família pode se vestir à caráter, com o que tem em casa, fazer uma maquiagem diferente e customizações de roupas.
  • As tradicionais bandeirolas não podem ser esquecidas. Para criá-las, basta recortar alguns papéis coloridos, grampeá-los em uma fita ou barbante e pendurar o adereço.
  • Mesmo sem crianças em casa, a diversão não pode ficar de fora. Existem diversas brincadeiras típicas, que são possíveis de serem criadas na sala de casa, para alegrar a noite com a família. Algumas brincadeiras como o bingo, pesca e tiro no alvo podem fazer parte da festividade.
  • Em uma boa festa, não pode faltar música. Crie uma playlist junto da sua família, que contemple os gostos de todos e tenha músicas que fazem referência às festas juninas. Assim, vocês podem curtir a comemoração e até fazer uma quadrilha.
  • A comida é a parte mais importante de uma festa junina. Para a comemoração, as receitas são fáceis de fazer e ajudam a matar a saudade dos arraiais antes da pandemia. Mesmo sem a prática de cozinhar, na internet é possível encontrar diversas alternativas de pratos típicos.

Sarah Santos
Ascom Cassems