Hospital Cassems CG ergue estrutura para hospital de campanha

Além de estrutura específica para atender casos relacionados ao Covid-19, o HCCG vai aumentar sua capacidade leitos de UTI

A Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul – Cassems, informa que estamos adotando todas as medidas preventivas e de segurança necessárias para garantir atendimento de qualidade aos beneficiários. O Hospital Cassems de Campo Grande, por exemplo, já trabalha para aumentar em 50% o seu número de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), com mais 10 leitos. Além disso, possui três leitos de isolamento com câmara de pressão negativa, sendo distribuídos da seguinte forma: um no Pronto Atendimento, um na UTI Geral e um na UTI Cardio.

Nesta quinta-feira, iniciamos a estruturação de Hospital de Campanha, com capacidade para 30 leitos e três consultórios, destinada ao atendimento de pacientes que estejam com os sintomas do Covid-19. Outra ação foi a suspensão de todas as cirurgias eletivas, sendo prioritários apenas os procedimentos cirúrgicos considerados de urgência e emergência.

Ressaltamos que no HCCG há exames disponíveis, apesar da falta de kits de exames no mercado. Seguindo normativas da ANS com a DUT (diretriz de utilização), e com os critérios clínicos de evidência pautados pelo Ministério da Saúde, o plano de saúde faz a cobertura do exame de PCR para Covid-19 aos casos graves e internados, como indicado pelo Ministério. Por fim, esclarecemos que pelo menos 80% dos casos que buscam atendimento no Hospital Cassems de Campo Grande apresentam sintomas de doenças como Dengue e resfriados comuns, sendo poucos os casos que, no momento, estão sendo enquadrados nos critérios adotados pelo Ministério da Saúde para configuração como suspeito para Covid-19.