Oito atos de bondade que você pode experimentar durante a quarentena

Durante períodos de crise, a solidariedade pode aproximar as pessoas e gerar sentimentos positivos

O fenômeno do novo coronavírus pode fazer com que as pessoas tenham sentimentos de fragilidade e ansiedade, por não conseguir administrar a situação. No entanto, a solidariedade está ao alcance de todos e traz perspectivas positivas para o momento. É sempre possível realizar atos de bondade, mesmo sem tempo ou capital financeiro.
A Cassems deixa oito dicas para você prestar o seu auxílio às outras pessoas:

  • Ajude os hospitais a não superlotarem ficando em casa. Evitar saídas desnecessárias é, até o presente momento, a maior medida de prevenção contra a doença. Caso manifeste os sintomas do novo coronavírus, comunique o hospital ou os canais de atendimento antes de se deslocar.
  • Compartilhe boas notícias sobre os avanços da ciência, o bom trabalho dos profissionais de saúde e serviços essenciais e outros acontecimentos positivos durante esse período. Desta forma, você e seus amigos podem equilibrar as notícias recebidas, nas redes sociais, durante este período.
  • Não faça grande estoque de produtos, mesmo que tenha condições para isso. Compre apenas o necessário para você e sua família, para não desequilibrar o fornecimento de mercadorias para a população. Neste momento, é preciso pensar no coletivo.
  • Ajude um amigo ou familiar que tenha sido prejudicado economicamente pela pandemia, organize ou participe de uma vaquinha para ajudá-lo.
  • Combata as fake news, buscando a veracidade das notícias que lhe forem enviadas e conversando com as pessoas que compartilharem, caso seja uma notícia falsa, para o uso adequado das mídias.
  • Caso não seja do grupo de risco, ofereça-se para ir ao mercado ou buscar remédios para outras pessoas próximas de você e que estejam no grupo de risco. Mas, claro, lembre-se de sempre utilizar equipamentos de segurança e realizar as medidas de higiene para evitar a exposição ao vírus.
  • Mesmo que não possa estar presente com as pessoas que gosta, faça ligações de vídeo com seus amigos e familiares. Relembre-os dos cuidados necessários para não adquirir o vírus e, também, que esta é uma situação momentânea.
  • A política da boa vizinhança se faz mais necessária do que nunca. Pergunte aos seus vizinhos, principalmente aos da melhor idade, como estão encarando o período de pandemia e dê sugestões de atividades produtivas para serem realizadas durante a quarentena.

Sarah Santos
Ascom Cassems