Saia do celular e curta o tempo livre com os animais domésticos da casa

Assim como os seres humanos precisam se distrair em períodos atípicos, os animais também

A falta de rotina, em uma casa, pode afetar os seres humanos e os animais domésticos. Pela interrupção de uma sequência de tarefas que já cumpria, o bichinho pode ficar mais agitado e se ele possui algum problema comportamental como, por exemplo, a ansiedade de separação, esse problema pode se intensificar. Então, é possível usar o tempo livre para curtir os seus amigos de quatro patas, sair do sofá e das redes sociais. Se atentem para as dicas da Cassems:

Atenção para os cachorros

Se o cachorro passava o dia sozinho em casa e não saía para passear, provavelmente, está muito feliz por você poder passar o dia com ele. Aproveite esse tempo para brincar e dar carinho para ele. Agora, se você e o animal tinham o hábito de passear na rua todos os dias, provavelmente ele ficará entediado em casa. Nesse caso, é possível encontrar substituições para essa atividade física. No Youtube, há alguns vídeos que ajudam os donos de animais a ensinar ou aperfeiçoar técnicas de comando. 

Aproveite o espaço

As pessoas que moram em espaços mais amplos podem aproveitar o ambiente para correr com o animal, em atividades como jogar bolinha e pega-pega. Porém, se não há um ambiente espaçoso, ainda há a possibilidade de brincar de esconde-esconde com o bichinho dentro de casa, você pode se esconder atrás de um móvel e deixar que ele te procure. 

Carinho em dobro

De acordo com a rotina, às vezes não é possível dispor de muito tempo para o cuidado e afeto com os animais da casa. Então, com o tempo livre, o carinho está liberado e é uma forma de recompensar os pequenos pelo amor incondicional e companhia. No entanto, enquanto a pandemia não passa, é necessário ter cuidado redobrado com a higiene com seu bichinho. Um vírus pode sobreviver de quatro a seis horas, por exemplo, na coleira e outros objetos. Portanto, possivelmente a doença pode ser transmissível se a pessoa infectada colocar a mão no pelo do animal e em seguida uma pessoa saudável passar a mão na mesma região e levar a mão ao rosto.

Sarah Santos
Ascom Cassems